Como educar uma criança feliz?

Um dia, já adulta, no momento certo, alguém me disse: “Tu Bastas!”. Eu olhei com ar espantado para a pessoa e respondi: “A sério!?”. Respirei como que a digerir aquela verdade e respondi: “então a partir de hoje posso ser verdadeiramente feliz!”. A visão que tive foi milhões de caminhos a abrirem-se: afinal podia fazer e ser tudo o que quisesse!

E naquele exato momento, para além daquela sensação de liberdade que me atingiu de uma forma como nunca antes sentida, percebi que, como mãe, a maior herança que podia deixar aos meus filhos era esta – uma autoestima saudável. Não importa o que és. Não importa o que fazes. És perfeito tal como és. Tu bastas!

E se não fosse preciso fazer nada, ter nada, ser nada para sermos aceites e amados? E como seria o relacionamento com os nossos filhos se utilizássemos esta premissa? E que adultos seríamos se tivessem utilizado connosco (em criança) esta premissa?

Não importa o que tenho. Não importa o que faço. Sinto-me bem tal como sou. Eu sou perfeito como sou.

Como seria o mundo se cada um de nós tivesse esta afirmação bem instalada no seu coração?

E como exerceríamos parentalidade? 

Como nos sentimos quando os nossos filhos não correspondem às expetativas que criámos sobre o que eles deviam ter ou fazer? Colocamos em causa o nosso valor? Colocamos em causa os deles?

“Se tiveres boas notas… “

“Se ficares quietinho à mesa…”

” Se te portares bem…”

“O João come a papinha toda e tu não”

“A Raquel teve melhor nota do que tu”

“A Maria conseguiu ter um bom desempenho e tu não?” 

“É sempre a mesma porcaria, só fazes asneiras”

“Estou farto de te dizer como se faz”

Muito facilmente estes comentários que comparam, menosprezam, desvalorizam saem, sem dar conta, da nossa boca e minam a sua autoestima – a semente da felicidade.

A maternidade trouxe-me um processo de autoconhecimento diário. Tudo em busca de Amor Incondicional. Mas às vezes é difícil. Às vezes quero que eles sejam o que não fui. Quero ser alguém através deles. São momentos de inconsciência mas depois desperto e percebo: eles não têm que ser nada, eles já São!

O primeiro passo para educar crianças felizes é trabalharmos a nossa autoestima para não precisarmos dos nossos filhos para mostrar quão somos especiais. 

Uma boa autoestima é o alicerce de tudo o que fazemos, de tudo o que somos. E começa a ser cultivada desde tenra idade. A forma como nós, pais, nos comportamos e comunicamos com os nossos filhos é o adubo que a vai fazer crescer ou não.

Crianças com uma autoestima saudável podem ficar tristes por terem más notas, por se chatearem com um amigo, por não pertencerem ao grupo mas não ficam ansiosas pelo seu desempenho escolar, não precisam de comportamentos agressivos para provar seja o que for ao amigo, não sofrem de bullying porque sabem colocar limites, …  porque sabem que, independentemente do que lhes acontece, fazem ou conseguem têm valor.

E isto não acaba por aqui, não, tem repercussões futuras: crianças com uma autoestima saudável em adultos podem ficar tristes por não conseguirem aquela promoção, por determinada relação amorosa terminar, por não atingirem a meta a que se propuseram mas não precisam de fugas, adições, máscaras para deixar de sentir porque sabem que, independentemente do que lhes acontece, fazem ou conseguem têm valor.

Crianças com uma autoestima saudável são crianças e futuros adultos verdadeiramente FELIZES!

Gostavas de ajudar o teu filho a sentir-se assim?

Caso queiras saber mais sobre este assunto então envia-me um email para carlapatrocinio33@gmail.com e requisita uma sessão introdutória de 1H comigo via skype ou telefone para conversarmos sobre isso.

Um abraço apertado da tua Coach Parental,

Carla Patrocínio

Um apelo da criança que te desafia todos os dias: vai mais além!

Será que o comportamento mostra realmente o que sinto ou necessito?

Hoje quero dar voz às crianças que acompanho – as que desafiam – e surgiu este Apelo: pela aceitação e compreensão de todas as crianças.

Este APELO vai ser feito na primeira pessoa, como de uma criança se tratasse (e não será?!) : 

HOJE GOSTARIA DE TE PEDIR UMA COISA

EXPERIMENTA OUTRO CAMINHO: O DO AMOR.

NÃO TENHAS MEDO, EU, QUE ESTOU À TUA FRENTE, SOU SIMPLESMENTE UM SER TAL COMO TU

TAMBÉM MUITAS VEZES PERDIDO, SEM SABER O QUE FAZER OU SER

E POR ISSO, MUITAS VEZES, ESCUDO-ME NO COMPORTAMENTO

E ÀS VEZES, EU SEI, CONSIGO MESMO TIRAR-TE DO SÉRIO, EU SEI…

MAS ÀS VEZES, NÃO CONSIGO EXPLICAR PORQUÊ, É MAIS FORTE DO QUE EU

MAS NÃO TE  ENGANES A MEU RESPEITO: O MEU COMPORTAMENTO NÃO MOSTRA O QUE REALMENTE SINTO E NECESSITO

ÀS VEZES O QUE QUERO É ATENÇÃO, OUTRAS CONEXÃO

TAMBÉM FAZES ISSO DE VEZ EM QUANDO, NÃO É? QUANTAS VEZES TENS UM DETERMINADO COMPORTAMENTO MAS O QUE QUERES MESMO É UM ABRAÇO, UM CARINHO, UMA PALAVRA DE RECONHECIMENTO

O MESMO SE PASSA COMIGO, MUITAS VEZES NÃO SEI EXPRESSAR O QUE REALMENTE NECESSITO

MAS NÃO TENHAS RECEIO, EU SOU SIMPLESMENTE UM SER TAL COMO TU

TAL COMO TU TAMBÉM ESTOU A FAZER O MELHOR QUE POSSO E SEI.

TAL COMO TU TAMBÉM TENHO NECESSIDADES, IDEAIS, SONHOS

TAL COMO TU TAMBÉM TENHO MEDOS, INSEGURANÇAS, SEGREDOS

TAL COMO TU TAMBÉM SOFRO, CHORO, SINTO

TAL COMO TU TAMBÉM GOSTO DE SER ACARINHADO, ACEITE, RECONHECIDO, OLHADO, ACOLHIDO,  AMADO

POR ISSO PEÇO-TE: NÃO ME ENVERGONHES, DESVALORIZES, REBAIXES OU DESPREZES

VAI MAIS ALÉM!

TENHO ALGO PARA TE MOSTRAR, PARA TE ENSINAR, PARA TE OFERECER

SÃO OS CASTIGOS, AS FALTAS DISCIPLINARES, AS PALAVRAS INCONSEQUENTES, OS OLHARES REPROVADORES

SABES, É QUE ESSAS ATITUDES MAGOAM, MAGOAM MUITO, MUITO MESMO!

EU SEI, MUITAS VEZES, NÃO SABES FAZER DE OUTRA FORMA, NÃO É?

TAMBÉM FICAS PERDIDO, CONFUSO, REVOLTADO, TRISTE

MAS PEÇO-TE: VAI MAIS ALÉM!

E  QUE ESSAS ATITUDES: CONDICIONAM, LIMITAM, MENORIZAM E PERPETUAM O MEU COMPORTAMENTO

E ASSIM: EU QUE, SE DEVIDAMENTE ENCAMINHADO, PODIA SER ALTAMENTE INSPIRADOR, ACABO POR ME SENTIR INFERIOR

EXPERIMENTA. EXPERIMENTA UM CAMINHO DIFERENTE: O DO AMOR

DÁ-ME AS MÃOS, ESTABELECE CONEXÃO, OLHA- ME COM OS OLHOS DO CORAÇÃO

E QUANDO A INCERTEZA VIER BATER À TUA PORTA E NÃO SOUBERES COMO REAGIR

DIZ-ME, DIZ-ME TODOS OS DIAS, CASO SEJA NECESSÁRIO: 

ÉS UM SER ÚNICO E ESPECIAL

ÉS TUDO O QUE PRECISAS SER

TENS TUDO O QUE PRECISAS TER

NÃO TENS FALHA, DEFEITO OU LIMITAÇÃO.

TENS SIM UM POTENCIAL ENORME NO TEU CORAÇÃO

Assinado: A CRIANÇA QUE TE DESAFIA A SERES A MELHOR VERSÃO DE TI PRÓPRIO

“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.” – Jung, C.

A TODOS OS PROFESSORES, EDUCADORES, PAIS E OS QUE LIDAM COM CRIANÇAS -AS QUE DESAFIAM – VAMOS SER O EXEMPLO QUE QUEREMOS VER NESTES MENINOS. É que se eles têm, como tanto verbalizamos, de saber viver em sociedade, nós, como adultos, temos a responsabilidade de lhes mostrar como isso se faz. Violência gera violência. Amor gera Amor.

Termino este artigo com um pequeno excerto do filme “Circo das Borboletas” que mostra o impacto que o sistema onde estamos inseridos tem no desenvolvimento de cada um de nós. A diferença entre um sistema que minoriza e um sistema que acredita que somos capazes de ir mais além. Um exemplo – cruel, bonito, profundo, revelador, emocionante – de como o sistema que nos rodeia tem um papel determinante na expansão do potencial de cada um de nós. Não existe limitação, deficiência, handicap, se a mensagem for: TU ÉS CAPAZ! EU ACREDITO EM TI!
https://www.youtube.com/watch?v=ZQc8DWekUeQ

E se partíssemos do Amor e não do Medo, o que surgiria? 

Vai mais além!

Queres compreender o que existe por detrás do comportamento do teu filho ou educando  mas não consegues? Então envia-me um email para carlapatrocinio33@gmail.com e requisita uma sessão introdutória de 1H comigo via skype ou telefone para conversarmos sobre isso.

Um abraço apertado da tua Coach Parental,

Carla Patrocínio